Arrumando LG G3 (D855) com tela piscando e apagando

Com um LG G3 (D855) na mão com tela quebrada, levei a uma assistência técnica autorizada da LG para a troca, lá no Shopping Ibirapuera (uma lojinha chamada Celular Solution). Um dia após a troca de tela e 600 reais mais pobre, começaram os problemas: a tela começou a piscar e escurecer aleatoriamente, como se fosse algum mal contato, deixando o aparelho impossibilitado para o uso.

Enfim, já que eu estava na garantia do serviço, fui lá pedir que arrumassem e, para a minha surpresa, se recusaram! Disseram que o problema não era na instalação ou na tela, e que era um problema novo que (coincidentemente) começou a se manifestar exatamente um dia após eles mexerem no celular! Esse novo problema iria exigir um pagamento adicional de R$350,00 para a loja, já que teriam que trocar toda a placa mãe do celular. Na minha opinião, um absurdo, já que o celular estava funcionando perfeitamente quando levamos, com exceção de uma trinca da tela (minha esposa "sentou" no celular de leve e a tela trincou).

Brigamos e brigamos, notifiquei, e já estava com a papelada pronta para entrar na justiça. Porém, tendo em vista que a esposa está grávida e um processo pode ser um estresse muito grande e desnecessário, comecei a procurar alternativas para resolver esse problema com o celular (afinal, o grande objetivo é ter o aparelho funcionando novamente). 

Primeiro, perdi o medo e abri/desmontei o celular todo, para ter certeza que a assistência não deixou nenhuma conexão mal encaixada. Para fazer isso, segui esse tutorial do youtube:


Eu segui o tutorial até a parte de remoção da placa principal (ou seja, até os 00:48 segundos do vídeo). Remontei tudo a partir daí e liguei o celular e, NADA! Ainda estava com problemas de tela piscando. 

Pensei: a menos que a loja tenha sido sacana o suficiente para me vender uma tela com problema, com certeza foi um problema na hora da montagem da tela e que deixou algo fora de lugar. O problema na placa mãe, como a gerente da assistência técnica alegou que existia por conta da "queda" (não houve queda nenhuma) não poderia ser uma coincidência (não acredito em coincidências).

Enfim, já desistindo do processo e perdendo as esperanças de ter um telefone funcionando, resolvi dar uma garimpada na Internet e ver se alguma outra pessoa tinha problemas parecidos.

Depois de muita pesquisa, vi um caso parecido com um conselho um pouco estranho: colocar algum volume dentro do aparelho onde fica o conector da câmera, para "empurrar" a placa mãe do aparelho para baixo. Como no meu caso eu estou assumindo que houve cagada da assistência técnica na montagem na hora da troca de tela, resolvi tentar. 

Cortei um quadrado pequeno de borracha (essas borrachas escolares), com um volume suficiente para empurrar a placa para baixo e de modo a possibilitar que o celular fosse fechado, e coloquei em cima do conector da câmera, no ponto marcado na imagem abaixo:


Depois, fechei tudo e liguei o celular. Surpreendentemente, estou usando ele há algumas horas agora, e tudo parece normal.

Então, ficam aqui os meus dois conselhos antes de gastar dinheiro:

1 - Antes de pagar 600 reais em uma assistência técnica incompetente e que se recusa a dar a garantia prevista na lei para o consumidor, veja o que você mesmo pode fazer: na Internet tem muita coisa que pode resolver o seu problema. Agora eu vejo que poderia ter comprado o vidro apenas por um valor ridiculamente inferior e ter feito a troca eu mesmo -- não é nenhum "rocket science";

2 - Se o seu celular está piscando e escurecendo a tela (mas funcionando, de forma geral), é bem possível que haja um mal contato. Não acredite nessas asssistências que já empurram outros consertos como se fossem a única solução de algo que eles mesmos criaram. Tente a técnica da borrachinha, e veja se resolve o seu problema.

Enfim, não sei se só colocando a borrachinha o meu problema foi resolvido de uma vez, ou se é algo que vou ter que esperar pra ter certeza. Se houver alguma alteração e parar de funcionar de novo, deixo aqui um edit do post, ok?
[Ler mais...]

Como configurar um servidor de e-mail local para desenvolvimento (PHP/Linux)

Ocasionalmente preciso montar uma nova máquina para a equipe de desenvolvimento de minha empresa e, tendo em vista que temos um ambiente de desenvolvimento em PHP (ambiente linux), é bastante prático que a máquina de testes possa enviar e-mails localmente para verificarmos se os programas em PHP estão enviando e-mails corretamente. 



Neste post vou mostrar como configuramos nosso servidor de e-mails local para que todos os e-mails enviados da máquina sejam direcionados para a máquina local.

1. Instalando o servidor de e-mail

Primeiramente, temos que instalar o servidor de e-mails postfix:
sudo apt-get install postfix

2. Configurando o PHP para envio de e-mails

Uma vez instalado o postfix, precisamos configurar corretamente o php para envio de e-mails. Para isso, vamos editar o arquivo php.ini (note que usamos xampp aqui e, portanto, o nome da pasta pode variar em seu sistema):
sudo gedit /opt/lampp/etc/php.ini

Nesse arquivo, procure pelo termo "sendmail" e insira a seguinte linha no trecho indicado:
; For Unix only.  You may supply arguments as well (default: "sendmail -t -i").
; http://php.net/sendmail-path
sendmail_path = /usr/sbin/sendmail -t -i

3. Configurando o postfix

Abra agora o arquivo de configuração do postfix:
sudo gedit /etc/postfix/main.cf

Você deve inserir as seguintes linhas nesse arquivo:
home_mailbox = /Maildir/  #O diretorio em que você irá salvar os emails
mailbox_command =
mydestination = localhost, mail.localhost
transport_maps = hash:/etc/postfix/transport
luser_relay = seunomedeusuario

Crie agora um novo arquivo transport:
sudo gedit /etc/postfix/transport

E dentro desse arquivo coloque o seguinte:
localhost :
seu.dominio.vai.aqui.com :
* local:seunomedeusuario

Execute os seguintes comandos agora:
sudo postmap /etc/postfix/transport
sudo service postfix restart

Finalmente, crie os diretórios do Maildir em sua pasta home:
mkdir ~/Maildir
mkdir ~/Maildir/new
mkdir ~/Maildir/cur
mkdir ~/Maildir/tmp
Se tudo correu bem, você deve ser capaz agora de receber e-mails encaminhados pelo php na máquina local.

Para testar, instale o Evolution (sudo apt-get install evolution) e configure uma nova caixa de entrada, com a entrada tipo Maildir, apontando para a pasta Maildir que criamos.
[Ler mais...]

Usando o Steam com emuladores

Pra quem não conhece, o Steam é a plataforma de jogos mais conhecida da atualidade. Há versões para Windows, Linux e Mac, além do Steam OS, que é uma distribuição Linux específica para essa plataforma. Você pode baixar o Steam aqui: http://store.steampowered.com/


Em princípio, o Steam pode rodar jogos e aplicativos adquiridos na própria plataforma, mas hoje vou mostrar como configurar o seu Steam para rodar também emuladores. Este guia vai focar apenas a configuração do Steam para Windows.

Para usar melhor os jogos no steam, você pode ainda comprar alguns controle de Xbox para PC. Eu comprei o meu no aliexpress por um preço bem bacana (quando o dólar não estava tão alto), sendo que adquiri um wireless (vem com um adaptador para o computador) e um com fio.


1. Baixe os Emuladores e separe alguns jogos

Para rodar jogos emulados no Steam, você precisará ter instalado em sua máquina os próprios emuladores (e obviamente você terá que ter os jogos). Usaremos os seguintes emuladores:

Instale todos os emuladores. As configurações de cada um não é objeto desse post, e se você precisar de ajuda com isso, pode procurar AQUI ;)


2. Baixe e configure o Ice

O Ice é um plugin para o steam, necessário para integrar os emuladores com o front-end da plataforma. Você pode baixar o Ice AQUI.

:: config.txt

Após baixar o Ice, descompacte o arquivo e abra o arquivo config.txt no notepad, e procure pela linha
ROMs Directory=
Coloque nessa linha o caminho em que os seus jogos estão guardados, como no exemplo abaixo:
ROMs Directory=C:\ROMs
Note que o Ice irá procurar dentro desse diretório de ROMs os jogos separados por pastas do emulador, como segue:
E:\ROMs\N64
E:\ROMs\SNES
:: emulators.txt

O próximo passo é mostrar ao Ice onde estão os seus emuladores. Abra o arquivo emulators.txt.

O arquivo vem bem básico, e caberá a você colocar as configurações dos emuladores. O formato esperado pelo Ice é o seguinte:
[Nome do Emulador]
location=[caminho completo do arquivo .exe]
command=[linha de comando completa]

Por exemplo, para configurar o SNES9X, o caminho seria o seguinte:
[Snes9x]
location=C:\Jogos\snes9x\snes9x.exe
command=%1 -fullscreen %r

Na linha de comando, o %1 é o caminho do emulador completo e o %r o caminho da ROM. Por exemplo, ao rodar esse comando, o Ice faria algo como:
command=C:\Jogos\snes9x\snes9x.exe -fullscreen C:\ROMs\Chrono Trigger.smc

O comando fullscreen, obviamente, é para rodar o jogo em tela cheia.

:: consoles.txt

Finalmente, abra o arquivo consoles.txt. Ele é o que vai juntar tudo o que configuramos acima, e tem uma estrutura como a abaixo:
[Nome do sistema]
nickname=[nome curto do sistema]
emulator=[nome do emulador]

O Nome do sistema é o que vai aparecer no Steam. Portanto, se você colocar [Super Nintendo], irá aparecer no Steam a categoria Super Nintendo.

O nickname é o nome da pasta que terá os jogos do seu sistema. Portanto, se você colocou as suas ROMs de Super Nintendo no diretório C:\ROMs\SNES, o valor que terá no nickname será [SNES].

Finalmente, o emulator recebe o nome do emulador que definimos no arquivo emulators.txt.

Para o nosso caso, a configuração ficaria da seguinte forma:
[Super Nintendo]
nickname=[SNES]
emulator=[Snes9x]
::Ice.exe

Finalmente, execute o arquivo Ice.exe e deixe o plugin fazer tudo por você. É importante que o Steam esteja completamente fechado antes de rodar o arquivo.



O plugin irá configurar tudo automaticamente, muito fácil!

Agora, o seu Steam terá já os jogos selecionados prontos para rodar.

[Ler mais...]

Tutorial: Instalando o tablet UGEE M1000L no Ubuntu Linux 14.04

Há algum tempo, eu resolvi comprar um tablet de desenho para hobbie, e não queria gastar muito. Como nunca comprei nada do tipo antes e não queria gastar uma grana para comprar um wacom, resolvi arriscar uma compra no aliexpress e comprei um tablet genérico por cerca de 40 doletas.



Acabei comprando um modelo que parecia bem avaliado por outros compradores, da UGEE, modelo M1000L. Pra quem quiser ver o modelo, segue abaixo (não ganho nada com isso...):


Veio tudo certinho, sem imposto (: e com uma qualidade bem legal. Ainda, acompanhou o pacote um CD de instalação do windows, que não me adiantou nada já que só uso Ubuntu aqui.

Pra fazer tudo funcionar no Ubuntu, foi um parto, mas acabei encontrando a solução que deixo aqui a quem interessar.

1º Passo: Instalando os drivers do wizardpen

- Você pode seguir os passos desse link para instalar o wizardpen: 

- No meu caso, porém, não consegui instalar o wizardpen pelo apt-get e tive que seguir o método 2 descrito ali. Se conseguir, beleza, pode seguir para o passo 2 abaixo.

- Se o apt-get não funcionar, siga o método 2 descrito no link, que basicamente é:

1) Entre no site do wizardpen aqui: https://launchpad.net/wizardpen e baixe a versão mais recente do driver.

2) Descompacte o arquivo em uma pasta temporária e entre pelo terminal na pasta. Após, execute o arquivo autogen.sh:
cd /home/[seu usuario]/Downloads/xorg-input-wizardpen-0.8.1
sudo /.autogen.sh
3) Configure e rode o make e o make install:
sudo ./configure --with-xorg-module-dir=/usr/lib/xorg/modules
sudo make && make install
4) Cheque a integridade do driver com o seguinte comando:
ls /usr/lib/xorg/modules/input/wizardpen_drv.*
5) Se tudo der certo, você receberá o seguinte resultado:
/usr/lib/xorg/modules/input/wizardpen_drv.la
/usr/lib/xorg/modules/input/wizardpen_drv.so

2º Passo: Configurando o UGEE M1000L

- Uma vez que os drivers estiverem instalados, você terá que configurar o Ubuntu para que o tablet funcione. Para tanto, siga os passos abaixo:

1) Digite o seguinte comando no terminal:
grep -i name /proc/bus/input/devices
Você verá ao menos uma linha com o seguinte texto:
N: Name="UC-LOGIC ugee-1000L"

2) Agora, digite o seguinte no terminal:
cat /proc/bus/input/devices

Procure na lista o seu dispositivo que tem o mesmo nome que anotamos no passo 1 acima. No meu caso, havia mais de uma entrada com esse nome e, portanto, escolhi o primeiro mesmo. Deve ser algo como o abaixo:
I: Bus=0003 Vendor=5543 Product=0081 Version=0111
N: Name="UC-LOGIC ugee-1000L"
P: Phys=usb-0000:00:1d.7-3.4.3/input0
S: Sysfs=/devices/pci0000:00/0000:00:1d.7/usb2/2-3/2-3.4/2-3.4.3/2-3.4.3:1.0/input/input19
U: Uniq=
H: Handlers=mouse3 event12 
B: PROP=0
B: EV=1b
B: KEY=c03 70001 0 0 0 0
B: ABS=100000f
B: MSC=10
A linha que nos interessa é a marcada em vermelho acima. No meu caso, veja que ele acaba como "event12".

3) Vamos agora configurar o nosso tablet. Digite no terminal o seguinte comando, trocando o "event12" pelo resultado que você encontrou acima:
sudo wizardpen-calibrate /dev/input/event12
Siga os passos que o wizardpen te traz. Basicamente, ele pede que vc encoste a caneta em um dos cantos (por exemplo, o superior esquerdo) e depois que faça o mesmo no canto oposto (inferior direito). A saída dessa calibragem será algo assim:
Please, press the stilus at ANY
corner of your desired working area: ok, got 2019,2032
Please, press the stilus at OPPOSITE
corner of your desired working area: ok, got 2018,2036
According to your input you may put the following
lines into your XF86Config/X.Org configuration file:
Driver "wizardpen"
Option "Device" "/dev/input/event12"
Option "TopX" "2018"
Option "TopY" "2032"
Option "BottomX" "2019"
Option "BottomY" "2036"
Esses dados serão importantes para a configuração que faremos a seguir.

4) Agora, abra no gedit o arquivo de configuração do wizardpen, com o seguinte comando:
sudo gedit /usr/share/X11/xorg.conf.d/70-wizardpen.conf
O arquivo que será aberto contém as definições que o wizardpen utiliza para o tablet. Edite o arquivo copiando e colando o seguinte, e fazendo as adaptações necessárias com base no resultado da calibragem que fizemos acima:
Section "InputClass"
    Identifier "wizardpen"
    MatchProduct "UC-LOGIC ugee-1000L"
    MatchDevicePath "/dev/input/event*"
    Driver "wizardpen"
    Option    "TopX"    "49"
    Option    "TopY"    "230"
    Option    "BottomX"    "2015"
    Option    "BottomY"    "2026"
    Option    "MaxX"    "2015"
    Option    "MaxY"    "2026"

EndSection
Section "InputClass"
    Identifier "wizardpen ignore mouse dev"
    MatchProduct "UC-LOGIC ugee-1000L"
    MatchDevicePath "/dev/input/mouse*"
    Driver ""
EndSection
5) Salve o arquivo, reinicie o computador e pronto, o tablet estará funcionando!

Acho que o tutorial acima pode servir para outros modelos de tablet genérico (sendo que os tablets da Wacom já contam com suporte e provavelmente não tem esse tipo de problemas). Caso tenham sucesso com outros modelos, comentem abaixo!




[Ler mais...]

Rodando o Hulu Free no seu tablet ou smartphone Android

Diferente do Iphone, o Android possibilita rodar o Flash Player, o que é muito bom. Contudo, alguns sites como o Hulu simplesmente não abrem, o que é um tanto quanto frustrante.


Vou aqui descrever como configurar o seu tablet ou smartphone Android para abrir o site do Hulu e ver os filmes e séries de graça.


:: O que você precisa
Adobe Flash Player (modificado para funcionar no Android 4.4 -- KitKat)
Flashhex.zip
BusyBox Installer (Google Play)
Script Manager (Google Play)
Dolphin browser (Google Play) 
Um Android com root rodando a versão 4.0 ou maior

:: Instalando

1) Baixe e descompacte o flashhex.zip, fornecido no link acima. Após descompactar copie a pasta Flashhex para a raiz do seu dispositivo Android.

2) Após, baixe o Adobe Flash Player.apk do link acima, e copie o arquivo também para a raiz do seu dispositivo Android. No seu Android, instale o arquivo, acessando por um gerenciador de arquivos qualquer (eu uso o ES File Explorer).



3) Abra o aplicativo Busybox que você instalou do Google Play, do link acima. No programa, selecione a versão 1.20 e verifique se o local de instalação está marcado como /system/xbin. Visto isso, clique em "instalar".



4) Agora, abra o programa Script Manager, também instalado do Google Play conforme o link acima. Navegue até a pasta do Flashhex e escolha o arquivo "flashhex205.sh". Marque o ícone de SU e de boot. Após, clique em "Run" e o programa solicitará que você conceda direitos de superusuário. Confirme, e aguarde a mensagem de "All tasks completed successfully".


6) Instale o browser Dolphin no Google Market, e após a instalação, abra o browser e vá na guia de configurações. Verifique se a opção "Dolphin Jetpack" está habilitada, e onde aparece "Agente do usuário", deixe como "Ambiente de trabalho".

7) Ainda nas configurações do Dolphin, entre em Conteúdo Web e deixe a opção Flash Player como "Sempre Ligado".



:: Abrindo o Hulu no Brasil

1) Como sabem, o Hulu não é disponível no Brasil, mas apenas no Estados Unidos. Para contornarmos isso, vamos usar os passos que disponibilizei no tutorial do link abaixo, para assistir o Hulu no Ubuntu:
http://apedenerd.blogspot.com/2013/07/como-assistir-ao-hulu-e-ouvir-o-pandora.html
2) Assim como fizemos no tutorial anterior, vá à página do tunlr.net, clique em "show me how" e anote os números dos DNS que o site disponibiliza.

3) Vá agora no seu Android, e clique em Configurações > Wi-fi e segure o toque sobre a sua conexão, até aparecer a opção "Modificar rede". Escolha essa opção.

4) Na próxima tela, marque a caixa "Mostrar opções avançadas" e, em configurações de IP, selecione "Estático".



5) Nos novos campos que apareceram, preencha nos valores de DNS1 e DNS2 os valores anotados no passo 2 acima.


6) Abra o Hulu.com no seu browser e tente assistir algo.


[Ler mais...]

Como rootear o tablet Asus ME301T

Após alguma pesquisa na Internet, finalmente consegui rootear o meu Asus Memo Pad Smart 10 (ME301T). Mostrarei aqui como rootear o aparelho.



1º PASSO) Checando o seu firmware e fazendo o downgrade

1) Primeiramente, tenha certeza de que o seu tablet é realmente do modelo certo (ME 301T). Note que esse procedimento traz riscos e pode danificar permanentemente o seu tablet. Como sempre, não me responsabilizo pelo uso dessas informações, que são para arquivo e uso pessoal, apenas com intuito de divulgar a informação a quem tiver interesse assim como eu.

2) Agora, verifique a versão que está instalada no seu tablet, indo em Configurações > Sobre o tablet > Número da Versão. No meu caso, tenho a versão JOP40D.WW_epad-10.6.31-20130823. Note o "WW" no número da minha versão. Esse é o SKU do aparelho, uma espécie de código de área que o seu tablet possui. Dependendo do caso, o seu aparelho pode ser JP, US ou outro.


3) Vá ao site da Asus (AQUI) e baixe o firmware V10.6.1.25 para o seu SKU (WW, US, JP, CN ou outro, dependendo do passo de verificação que mencionei acima.


4) Após baixar o arquivo, descompacte uma vez e o renomeie para "EP201_1024_SDUPDATE.zip" e copie esse arquivo para a raiz do seu cartão SD. Note que você deve copiar o arquivo para a raiz do cartão SD, e não do dispositivo (/Removable/SDCard).

5) Desligue o tablet, insira o cartão SD e ligue o tablet segurando o botão de "power" e o botão de diminuir o volume ao mesmo tempo.

6) Finalmente, selecione "RCK" com o botão de aumentar o volume e aguarde... bastante. Uma tela informando que a atualização está sendo instalada aparecerá e, após, a tela da Asus com uma barra de carregamento.

7) Após o tablet reiniciar, vá em Configurações > Sobre o tablet > Número da versão, e ele deverá mostrar o número 10.6.25.


8) Agora, seu tablet já foi "downgradeado" e está pronto para ser rooteado.


2º PASSO) Rooteando

1) Uma vez que o seu tablet já foi "downgradeado", habilite a opção "Depuração USB", em Configurações > Opções do Desenvolvedor. Se essa opção não aparecer para você, aperte a opção "Configurações > Sobre o tablet > Número da versão" umas 8 vezes, e ele aparecerá. Conecte o cabo USB no computador.


2) Agora, baixe o ASUS Android USB Drivers, disponível nesse link: AQUI.

3) Descompacte o arquivo do ASUS Android USB Drivers, e abra em seu Windows o Painel de Controle > Hardware e Sons > Dispositivos e Impressoras > Gerenciador de Dispositivos. Procure pelo seu dispositivo, que deve estar com uma exclamação ou deve aparecer como ASUS Android Device > ASUS  Android Composite ADB Interface. Clique nesse item com o botão direito e clique em "Atualizar Driver".


4) Na próxima tela, escolha a opção Procurar software de driver no computador e, em seguida, clique no caminho que em que você descompactou os drivers da Asus.



5) Clique em Avançar e aguarde a instalação terminar.


6) Baixe e instale também a versão mais recente do pacote disponível nesse link (somente Windows): AQUI, que vai instalar o ADB (um prompt de comando) e do Fastboot, que é um programa que o ADB utilizará. A instalação é bem simples.


7) Baixe agora a versão mais recente do motochopper, disponível nesse link: AQUI. Após, descompacte o arquivo e localize o arquivo run.bat.

8) Rode o arquivo "run.bat", pressione enter e aguarde a instalação. Ao final do script, seu tablet estará rooteado.




9) Para checar se o root foi devidamente instalado, veja se o programa SuperSU está instalado e rode-o.




3º PASSO) Atualizando o sistema novamente

1) Observe que se você atualizar o sistema do tablet após fazer o root, o root será perdido. Para evitar isso, logo após rootear o seu tablet, vá até a Play Store e instale o aplicativo Voodoo OTA Rootkeeper.


2) Abra o aplicativo, e quando perguntado, conceda direitos de superusuário ao programa.


3) Faça o backup root clicando em Protect root e então clique em Temp. un-root (keeps backup). Isso salvará o seu root quando fizer o upgrade de firmware.



4) Finalmente, vá em "Configurações > Sobre o tablet > Atualização do sistema" e procure por atualizações. O Android deve (deveria) atualizar o sistema novamente para a nova versão. No meu caso, o sistema mostrou o tablet como atualizado e, conforme alguns relatos na Internet, às vezes demora mesmo para fazer essa atualização automática.

5) Após a atualização automática (pode demorar alguns dias), abra novamente o Voodoo OTA Rootkeeper e escolha a opção para restaurar o root.


:: Desbloqueando o Bootloader e instalando um Custom Recovery

Esse passo é opcional e não impacta a questão do root. Note que desbloquear o seu aparelho faz com que você perca a garantia de fábrica.

1) Faça o download do Unlocker AQUI, descompacte e copie o arquivo APK para a raiz do seu cartão SD. Após, instale o apk em seu tablet e rode o Unlocker. Siga as instruções aceitando e concordando com o que o programa solicitar, e o seu bootloader será desbloqueado. O computador reiniciará e você verá uma mensagem no canto superior esquerdo da tela dizendo que o dispositivo está desbloqueado.

2) Agora, baixe o TWRP .blob AQUI. Essa versão é a TWRP 2.5.0.0, que funciona com o bootloader do Android 4.2.1.

3) Conecte o seu tablet na saída USB do seu computador, e abra o Minimal ADB e Fastboot instalados anteriormente. Assim que o prompt aparecer, digite "adb devices" e pressione Enter. O seu tablet deve ser listado no programa. Se não aparecer, os ADB drivers provavelmente não foram instalados corretamente (tente reinstalar e reiniciar o Windows).


4) Digite agora "adb reboot bootloader" no prompt e pressione Enter. Aguarde o tablet reiniciar, e você verá a tela que aparece o RCK.

5) Após, digite no programa o seguinte: "fastboot -i 0x0B05 flash recovery " e deixe um espaço ao final do comando. Não pressione Enter ainda. Ao invés, localize onde você salvou o arquivo TWRP e o arraste para a janela de comando. Finalmente, pressione Enter.


6) Uma vez que todas as tarefas tenham sido concluídas, digite enfim "fastboot -i 0x0B05 reboot" e pronto! O tablet irá reiniciar e você deverá ter o TWRP instalado.


7) Para acessar o Custom Recovery, basta ligar o aparelho segurando o volume para baixo e o botão de power e, depois, apertar o volume para cima onde está escrito RCK. A tela do TWRP será mostrada, e ali você pode fazer backup do sistema, instalar ROMs customizadas, etc.




[Ler mais...]

Como rootear o Google Nexus 4

Vou aqui mostrar o passo a passo de como fiz para rootear o meu Google Nexus 4, que entendendo ser o jeito mais fácil hoje disponível na internet. Rootear o telefone te possibilita dar permissões ao Nexus para rodar alguns programas específicos, que não seria possível sem tais modificações.


ATENÇÃO: O procedimento aqui demonstrado pode trazer riscos ao seu aparelho celular, podendo até mesmo inutilizar o seu Nexus. Preparei o guia para referência futura apenas e, portanto, use as informações aqui por sua conta e risco.

1º PASSO ) Baixando os arquivos necessários e instalando o Nexus Root Toolkit

1) Entre no site do Wugfresh, desenvolvedor do Nexus Root Toolkit (NRT), e baixe o programa na seção de "Download" da página, neste link AQUI. Na data desse post, a versão do NRT mais recente é a 1.8.0.


2) Abra o arquivo baixado e instale o NRT em seu windows.


3) Uma vez instalado, escolha o modelo do seu aparelho (no meu caso, Nexus 4) e a versão de Android instalada nele (no meu caso, 4.4.2 - KOT49H). Caso não saiba a sua, vá em Configurações > Sobre o telefone > Versão do Android e também em Número da versão.



4) Uma vez escolhido modelo do seu smartphone e a versão do Android, o programa irá explicar como habilitar a Depuração USB em seu Smartphone. Para habilitar, vá até Configurações > Sobre o telefone e clique no campo Número da versão cerca de 7 vezes. Feito isso, será exibida uma mensagem de que as Opções do Desenvolvedor foram habilitadas. Agora, vá até Configurações > Opções do Desenvolvedor e habilite a opção Depuração USB.



5) Continuando a instalação, o NRT irá solicitar o download de um arquivo de imagem de boot e do TWRP (recuperação). Basta clicar em OK e aguardar.



6) Finalmente, o NRT estará instalado, e você verá a tela principal:



2º PASSO ) Instalando os drivers ADB

Esse talvez seja o passo mais complicado de todo o processo. Tive bastante dificuldade para fazer com que o meu windows reconhecesse corretamente o celular com os drivers ADB necessários e, portanto, vou mostrar como fiz isso.

A ) Removendo drivers antigos e resquícios

1) Na tela principal do NRT, clique no botão "Full Driver Installation Guide - Automatic + Manual". Você verá uma nova tela, com 4 abas (Step 1, Step 2, Step 3 e Help).

2)  Clique na aba Step 1, e você verá uma tela com dois botões. Clique no botão Launch Device Manager. A tela com os dispositivos instalados no computador deve aparecer.

3) Conecte o seu celular (com o modo Depuração USB habilitado, como explicado acima) e aguarde a instalação do dispositivo pelo Windows. Deve aparecer o seu Nexus 4 com um símbolo de exclamação, indicando que o dispositivo não está instalado corretamente. De qualquer forma, clique com o botão direito sobre esse item, e desinstale o dispositivo. Caso apareça uma mensagem perguntando se quer desinstalar o driver também, marque a caixa e confirme.

4) Clique no outro botão do Step 1, o Launch USBDeview. Na nova janela que abrir, clique com o botão direito e desinstale (uninstall) qualquer dispositivo que constar como (a) Android ADB Interface; (b) dispositivo USB Samsung; (c) driver USB Google; ou (d) outra coisa qualquer que lembrar o Nexus. Em particular, desinstale os dispositivos que tiverem no campo "Vendor ID" os códigos "18d1" ou "04e8". Ainda, localize no windows o Painel de Controle > Programas > Desinstalar um programa e desinstale quaisquer drivers ADB e/ou referentes ao Nexus 4.

5) Feitas as desinstalações, reinicie o computador.


B ) Instalando Drivers ADB

Essa é a parte mais "chata" da instalação e que pode apresentar maior dificuldade. No meu caso, fiz a instalação em um Windows 8, o que imagino tenha trazido mais problemas para concluir o processo. Vou indicar abaixo algumas opções, caso vocês enfrentem as mesmas dificuldades. Em qualquer das opções abaixo, você pode deixar a janela do Device Manager aberta (do botão que está no Step 1), para acompanhar a instalação.


B.1) Driver Solution #1

1) Vá para a aba Step 2 no NRT, e tenha a certeza de que o Nexus está em modo Depuração USB.


2) Sem conectar o Nexus no computador, clique no botão Universal Drivers e siga a instalação até o final.

3) Ao término, conecte o celular no computador e aguarde até o Windows reconhecer o dispositivo.

4) Agora, clique na aba Step 3 do NRT e selecione "Full Driver Test". Se tudo ocorrer bem, você deverá receber uma mensagem de sucesso após alguns testes que o NRT fará com o celular.

5) Porém, no meu caso, recebi uma mensagem de erro dizendo que não foram detectados os dispositivos ADB. Se for esse o seu caso, passe para a alternativa B.2 abaixo.



B.2) Driver Solution #1 (fail) -- instalando no bootloader também

1) Após seguir o passo B.1 acima e receber o erro, clique em Cancelar e inicie o seu smartphone em modo bootloader. Para fazer isso, desligue o aparelho e segure o botão de diminuir o volume junto com o botão de power. O Nexus entrará em modo bootloader.

2) Uma vez em modo bootloader, o computador irá novamente detectar o dispositivo e o instalará.

3) Clique mais uma vez no botão Universal Drivers e reinstale (repare) os drivers ADB.

4) Ao final da instalação, reinicie o Nexus 4 em modo normal e tente validar os dispositivos ADB no Step 3 mais uma vez. Se tudo der certo, você receberá uma mensagem de sucesso.

5) Mas... se for como eu, você também terá a mesma mensagem de erro anterior. E para resolver isso, só instalando outro driver ADB, o que nos leva para a alternativa B.3 a seguir.


B.3) Driver Solution #3 -- drivers Samsung

1) Se todas as alternativas acima deram errado, desinstale os drivers anteriores como demonstrado no item A acima e reinicie o computador.

2) Agora, no Step 2, selecione a opção Driver Solution #3 > Signed Drivers.

3) Uma janela com o arquivo do Samsung Drivers aparecerá. No meu caso, como estou no Windows 8, tive que clicar com o botão direito no arquivo e selecionar Propriedades > Compatibilidade e habilitar a compatibilidade para Windows 7.


4) Execute o arquivo do Samsung Drivers, seguindo a instalação até o final.


5) Após a instalação, conecte o Nexus em modo Depuração USB no computador e procure pelo dispositivo na janela do Devices Manager. Ache o dispositivo (que deve estar com uma exclamação), clique com o botão direito nele e escolha Atualizar Driver.


6) Selecione a opção Procurar software de driver no computador e, após, Permitir que eu escolha em uma lista de drivers de dispositivo no computador.



7) Escolha Android Device e aguarde o windows localizar o driver da Samsung. Depois, vá clicando em avançar.



8) Você receberá um aviso de que não é recomendável a atualização, mas clique em Sim para continuar a instalação.


9) E pronto, o driver está instalado.


9) Agora, você deverá reinstalar o driver novamente em modo bootloader. Desligue o Nexus sem desconectá-lo do computador, e segure o botão de diminuir o volume e o power ao mesmo tempo até que ele entre em bootloader.

10) Abra o Device Manager novamente, e repita os passos 5 a 9 acima.

11) Após tudo instalado, tente novamente verificar os driver clicando na aba Step 3 do NRT, e depois em "Full Driver Test". Se tudo ocorrer bem, você deverá receber uma mensagem de sucesso após alguns testes que o NRT fará com o celular.



3º PASSO ) Fazendo o Backup dos seus programas

Uma vez que os drivers ADB estão finalmente instalados em seu computador, é hora de preparar o telefone para o desbloqueio do bootloader (unlock) e o root propriamente dito. Como o unlock remove todas as configurações do Nexus, vamos fazer o backup do que for possível nesse ponto.

1) Abra a tela principal do NRT e clique em Backup;


2) Clique em "Create Android Backup File" sem marcar as caixinhas System apps+data nem Shared data. Vá dando OK conforme o programa perguntar, salvando o arquivo de backup na pasta sugerida pelo programa. No celular, autorize o backup (coloque uma senha se quiser para criptografar, mas não é necessário).



3) Faça o backup dos itens SMS (para salvar as mensagens) e Call Logs (histórico de chamadas) se quiser.


4º PASSO ) Desbloqueio do bootloader

1) Esse passo é necessário antes de realizar o root no Nexus 4. Conecte o Nexus 4 (com modo Depuração USB) no computador e, na tela principal do NRT, clique em Unlock.

2) Confirme a operação, e aguarde o programa dar o aviso de que o desbloqueio foi bem sucedido (ele fará o boot em modo bootloader automaticamente quando você clicar em SIM:



5º PASSO ) Rooteando

1) Finalmente, é hora de rootear o Nexus. Com o celular conectado (com modo Depuração USB) no computador, clique em Root na tela principal do NRT.


2) Clique em OK e aguarde o programa finalizar a instalação. Se tudo der certo, você deve ver a tela abaixo:


3) Para confirmar que o root foi bem sucedido, abra no seu celular o programa SuperSU e veja se ele está rodando corretamente.


4) Em seguida, abra o programa (também instalado pelo NRT) chamado Busybox. No Busybox, conceda permissões de root quando solicitado, e mude o caminho da instalação (will be installed to) para /system/xbin. Depois, clique em Install e aguarde o programa finalizar a instalação.


5) E pronto! O Nexus 4 foi corretamente rooteado.
[Ler mais...]
 
Copyright © . Apê de Nerd